United Airlines expande seu compromisso com biocombustível

United Airlines expande seu compromisso com biocombustível …

United Airlines expande seu compromisso com biocombustível

A companhia aérea United Airlines reforçou seu compromisso no uso de biocombustível ao renovar seu contrato com a empresa World Energy, concordando em comprar até 10 milhões de galões nos próximos dois anos. O biocombustível, que a empresa usa atualmente em todos os voos que partem do seu hub em Los Angeles, alcança uma redução de mais de 60% nas emissões de gases de efeito estufa em uma base de ciclo de vida. A renovação do contrato segue a compra original feita em 2013, ajudando a United a fazer história em 2016, quando se tornou a primeira operadora do mundo a usar biocombustível de aviação sustentável de forma contínua. A World Energy anunciou recentemente que investirá US$ 350 milhões para converter totalmente sua instalação da Paramount na Califórnia para diesel renovável e combustível para aviação sustentável, elevando sua capacidade total para mais de 300 milhões de galões de produção anualmente naquele local, um dos seis da empresa. A renovação do contrato ajudará a transportadora a alcançar o compromisso de reduzir suas emissões de gases de efeito estufa em 50% até 2050.

Fonte: Revista FLAP

Viva Air vislumbra oportunidade de crescimento na Venezuela

Viva Air vislumbra oportunidade de crescimento na Venezuela …

Viva Air vislumbra oportunidade de crescimento na Venezuela

Enquanto a situação política venezuelana força as companhias aéreas a saírem, a operadora Viva Air está voltada para o país como o próximo destino de seus investimentos. A companhia enxerga uma grande oportunidade diante de uma eventual mudança de governo ou das condições vigentes. Na visão da Viva Air, a situação de crise que afeta a Venezuela é vista como uma oportunidade futura que pode ser usada enquanto os demais competidores estão fora. A empresa não fala sobre iniciar as operações imediatamente, mas como um próximo passo a ser realizado, tomando a decisão de estabelecer sua terceira base de operações entre 2021 e 2023, quando tiver um número maior de aeronaves. Atualmente, a Viva Air opera para 15 destinos na Colômbia e no Peru com várias rotas e freqüências e sua frota é composta por 19 jatos Airbus A320 e tem um pedido para 35 A320neo junto a fabricante europeia. Mais informações no portal www.desdescl.com.

Fonte: Revista FLAP

British anuncia o início dos voos para Islamabad

British anuncia o início dos voos para Islamabad …

British anuncia o início dos voos para Islamabad

A companhia aérea British Airways anunciou que está iniciando os voos da nova rota entre Londres e Islamabad, no próximo dia 2 de junho. O serviço para a capital do Paquistão será feito três por semana com aeronaves Boeing 787 Dreamliner configuradas com as classes World Traveller (econômica), World Traveller Plus (econômica premium) e Club World (executiva). O 787 é o mais novo avião de longo alcance da empresa e 20% mais eficiente em termos de combustível do que outras aeronaves, possuindo janelas maiores, iluminação ambiente e o mais recente sistema de entretenimento a bordo. Os passageiros da linha também podem esperar serviços sob medida para melhorar a experiência a bordo, incluindo encomendar uma variedade de opções de refeições especiais, com opções vegetarianas e veganas. Os voos de longa distância da British oferecem franquias de bagagem de mão, check-in online e seleção gratuita de assentos 24 horas antes da partida. Os passageiros que chegam a Londres podem se conectar para mais de 30 destinos em toda a América do Norte e a mais de 30 países da Europa.

Fonte: Revista FLAP

Alitalia transfere voos para Malpensa durante o fechamento do Aeroporto de Linate

Alitalia transfere voos para Malpensa durante o fechamento do Aeroporto de Linate …

Alitalia transfere voos para Malpensa durante o fechamento do Aeroporto de Linate

A companhia aérea Alitalia anunciou que devido ao fechamento do Aeroporto de Milão/Linate, que suspenderá suas operações para trabalhos de reforma na pista no período entre 27 de julho e 27 de outubro de 2019, traçou uma plano para limitar os contratempos a seus passageiros. Durante os três meses de fechamento, todos os voos serão transferidos a para o Aeroporto de Malpensa. São em média 200 voos diários que tem como origem ou destino o terminal de Linate. Os passageiros que fazem o trecho para Roma poderão escolher como local de partida ou chegada o Aeroporto de Malpensa, onde terão a disposição nove voos diários, ou o Aeroporto de Bergamo, onde a Alitalia ativará quatro voos diários. Os passageiros que já adquiriram passagens para voos dentro do período mencionado, poderão alterar a origem e/ou destino para o Aeroporto de Malpensa sem nenhuma taxa extra, ou solicitar o reembolso da passagem. Foto: Paulo Berger

Fonte: Revista FLAP

Bombardier aprimora centro de serviços no Aeroporto de Londres/Biggin Hill

Bombardier aprimora centro de serviços no Aeroporto de Londres/Biggin Hill …

Bombardier aprimora centro de serviços no Aeroporto de Londres/Biggin Hill

A fabricante canadense Bombardier anunciou que o centro de serviços no Aeroporto de Londres/Biggin Hill está adicionando melhorias nas atividades de reparo e reforma de interiores às instalações, oferecendo aos clientes da região amplos recursos de manutenção e suporte. A empresa F/LIST, com sede na Áustria, fabricante global de interiores de alto nível para aeronaves executivas fará parceria no desenvolvimento da unidade aprimorada, que melhorará significativamente as operações de suporte e serviços. A empresa é bem versada nos programas de jatos da Bombardier, tendo instalado componentes significativos como pisos, armários e chuveiros em várias plataformas há mais de uma década. O novo centro contará com até 3.000 pés quadrados de capacidade de trabalho, incluindo reparo de armários e reforma de material macio.

Fonte: Revista FLAP

Sikorsky recebe contrato da USNavy para construir 12 helicópteros pesados CH-53K

Sikorsky recebe contrato da USNavy para construir 12 helicópteros pesados CH-53K …

Sikorsky recebe contrato da USNavy para construir 12 helicópteros pesados CH-53K

A fabricante Sikorsky, uma divisão da Lockheed Martin, anunciou que construirá 12 helicópteros CH-53K King Stallion para atender a um novo contrato de US$ 1,13 bilhão da Marinha dos EUA. Sob os termos do contrato, a empresa iniciará a entrega para a USNavy em 2022 e também fornecerá peças de reposição e suporte logístico. O modelo realizará o transporte de cargas pesadas e veículos blindados, para apoiar operações distribuídas no interior de um centro de operações marítimo. O novo CH-53K terá capacidade de carga pesada que excede todas as outras plataformas de asa rotativa e permanecerá em produção pelo menos até 2032. A nova versão provou que pode levantar mais de 36.000 libras, sendo o mais poderoso helicóptero de levantamento pesado já construído nos Estados Unidos. O design tecnologicamente avançado do King Stallion atenderá aos futuros requisitos de guerra nas próximas décadas, possibilitando missões como ajuda humanitária, transporte de tropas e equipamentos, evacuação de vítimas, apoio de forças de operações especiais e combate, além de busca e salvamento.

Fonte: Revista FLAP

ABEAR se posiciona contra a versão final aprovada da MP 863/2018

ABEAR se posiciona contra a versão final aprovada da MP 863/2018 …

ABEAR se posiciona contra a versão final aprovada da MP 863/2018

A Associação Brasileira das Empresas Aéreas entende que a versão final da MP 863/2018 contraria o seu objetivo inicial de aumentar a competitividade no setor por meio da ampliação do acesso de capital estrangeiro na aviação comercial brasileira. Ao admitir o retorno ao antigo modelo de franquia mínima de bagagem, o texto retira do consumidor a alternativa de escolher a classe tarifária mais acessível, sem despacho de malas, preferida por dois terços dos passageiros desde a sua implementação, a partir de março de 2017 e novamente afasta o Brasil das práticas internacionais. Mais informações no portal www.abear.com.br.

Fonte: Revista FLAP

Senado aprova MP com 100% de capital estrangeiro ao setor aéreo brasileiro

Senado aprova MP com 100% de capital estrangeiro ao setor aéreo brasileiro …

Senado aprova MP com 100% de capital estrangeiro ao setor aéreo brasileiro

O Brasil acaba de abrir o mercado para a participação de 100% de capital estrangeiro em empresas aéreas brasileiras. A mudança foi aprovada no Senado Federal por meio da Medida Provisória 863/2018. A matéria segue agora para sanção da Presidência. O Ministério do Turismo destaca que a mudança permitirá que empresas estrangeiras possam operar no país, aumentando a concorrência e consequentemente, reduzindo o custo das passagens. A abertura não fere a soberania nacional tampouco flexibiliza as regras de segurança vigentes. No movimento favorável a essa abertura de mercado, a Agência Nacional de Aviação Civil aprovou concessão para a Globalia Linhas Aéreas, grupo que administra a Air Europa, começar a operar rotas domésticas no Brasil. Trata-se da primeira operadora internacional constituída no Brasil com 100% de capital estrangeiro para operação regular de voos de passageiros no país. Dessa forma, o aumento da competitividade beneficiará o turista brasileiro e contribuirá definitivamente para o crescimento econômico e social do país. Foto: Paulo Berger

Fonte: Revista FLAP

Airbus e Scandinavian Airlines anunciam acordo para pesquisa de aeronaves híbridas e elétricas

Airbus e Scandinavian Airlines anunciam acordo para pesquisa de aeronaves híbridas e elétricas …

Airbus e Scandinavian Airlines anunciam acordo para pesquisa de aeronaves híbridas e elétricas

A fabricante europeia Airbus assinou um memorando de entendimento com a SAS Scandinavian Airlines para pesquisa de ecossistemas e requisitos de infraestrutura de aeronaves híbridas e elétricas. As empresas desenvolverão um projeto de pesquisa conjunto para melhorar a compreensão das oportunidades e desafios operacionais e de infraestrutura envolvidos com a introdução em larga escala de aeronaves do tipo para as companhias aéreas. O escopo do projeto inclui cinco pacotes de trabalho, que se concentram na análise do impacto da infraestrutura terrestre e na cobrança de alcance, recursos, tempo e disponibilidade nos aeroportos. A colaboração também inclui um plano para envolver um fornecedor de energia renovável para garantir que as operações genuínas de zero emissões de CO2 sejam avaliadas. Essa abordagem multidisciplinar visa abordar todo o ecossistema de operações da aeronave, a fim de melhor apoiar a transição da indústria da aviação para a energia sustentável. As aeronaves são aproximadamente 80% mais eficientes em termos de combustível por passageiro-quilômetro do que há 50 anos. No entanto, com o crescimento do tráfego aéreo estimado em mais que o dobro nos próximos 20 anos, a redução do impacto da aviação no meio ambiente continua sendo o objetivo da indústria. Para superar este desafio, a Global Aviation Industry (ATAG), incluindo a Airbus e a SAS, comprometeu-se a alcançar um crescimento neutro de carbono para o setor de aviação a partir de 2020, reduzindo as emissões líquidas de aviação em 50% até 2050. Este acordo fortalece ainda mais a posição da Airbus em um campo onde já está investindo e concentrando seus esforços de pesquisa no desenvolvimento de tecnologias de propulsão elétricas e híbridas que prometem benefícios ambientais significativos. A fabricante já começou a construir um portfólio de demonstradores de tecnologia e está atualmente testando sistemas, subsistemas e componentes de propulsão híbridos inovadores, a fim de atingir as metas de eficiência de longo prazo para a construção e operação de aeronaves elétricas.

Fonte: Revista FLAP

Companhia passa por sequência de resultados positivos

Alitalia cresce 5,9% na receita de passageiros em abril …

Companhia passa por sequência de resultados positivos

A Alitalia teve um aumento de 5,9% de receita de passageiros no mês de abril em relação ao mesmo mês no ano anterior. O crescimento foi impulsionado, principalmente, pelos voos de longo curso, que tiveram alta de 4%. Segundo a companhia aérea, o resultado confirma a tendência de crescimento da empresa, que vem apresentando números positivos neste segmento desde dezembro de 2017.

No Brasil, a Alitalia tem voos diários saindo do Rio de Janeiro e dois voos por dia saindo de São Paulo, com destino a Roma. A companhia voa para 26 destinos italianos e 68 internacionais, com uma frota de 118 aeronaves, realizando mais de 1,8 mil voos por semana.

Fonte: PANROTAS