Emirates voará a rota mais curta com jatos Airbus A380

Emirates voará a rota mais curta com jatos Airbus A380 …

Emirates voará a rota mais curta com jatos Airbus A380

A companhia aérea Emirates anunciou que está se preparando para um grande novidade na rota para Muscat com a implantação de voos diários duplos do jato Airbus A380 a partir de 1º de julho. A linha para Omã se tornará o menor voo operado pelo modelo de grande porte, voando a uma distância de 340 quilômetros em cada sentido. A mudança oferecerá aos viajantes de negócios e de lazer de Muscat ainda mais oportunidades de conexão para centros de negócios como Nova York, Londres, Mumbai e Hong Kong, bem como destinos como Los Angeles, Paris, Kuala Lumpur e Cingapura. As aeronaves serão utilizadas em uma configuração de três classes, com 429 assentos na econômica no andar inferior, além de 76 assentos na executiva e 14 suítes privativas de primeira classe no andar superior. A Emirates voa para Omã desde 1993 e hoje opera três serviços diários utilizando o Boeing 777-300ER.

Fonte: Revista FLAP

United inicia atividades no novo espaço do terminal B do Aeroporto La Guardia

United inicia atividades no novo espaço do terminal B do Aeroporto La Guardia …

United inicia atividades no novo espaço do terminal B do Aeroporto La Guardia

Os passageiros da companhia aérea United que viajam pelo Aeroporto de Nova York/La Guardia já podem acessar os novos portões no terminal B, após a primeira fase da remodelação de US$ 4 bilhões. No espaço, os viajantes tem treze novas lojas, restaurantes e serviços. O novo saguão possui amplos assentos, com estações de recarga em toda a área de estar, além de acesso Wi-Fi gratuito de alta velocidade, oferecido pela Autoridade Portuária de Nova York e Nova Jersey. As características incluem uma área de parque completa com vegetação e bancos, outra de recreação para crianças que contém uma tela interativa. No United Club, os passageiros podem desfrutar de um extenso cardápio de comidas, incluindo distintas seleções de Nova York e opções de menu oferecidas ao longo do dia com pratos quentes e frios. As comodidades adicionais incluem salas de estar e cabines telefônicas.

Fonte: Revista FLAP

Azul inicia voos para o segundo destino em Portugal

Azul inicia voos para o segundo destino em Portugal …

Azul inicia voos para o segundo destino em Portugal

A companhia aérea Azul iniciou os voos diretos com destino a cidade do Porto, o segundo destino em Portugal, após Lisboa, inaugurado três anos atrás. A nova rota partindo de Campinas/SP acontece três vezes por semana, às segundas, quartas e sextas-feiras com as aeronaves Airbus A330-200. Com a nova operação, o Aeroporto de Viracopos passará a ter ligações diretas e regulares para 59 dos 113 destinos da Azul. Dos internacionais incluem Orlando e Fort Lauderdale, nos Estados Unidos, e Buenos Aires e Bariloche, na Argentina. As cidades de Porto Alegre, Florianópolis, Curitiba, Belo Horizonte, Rio de Janeiro, Goiânia e Cuiabá são as com maior conveniência e conexão para a nova rota. Foto: Alex Sandro V. Barbosa

Fonte: Revista FLAP

LATAM Brasil anuncia cinco novos voos diários para o Ceará

LATAM Brasil anuncia cinco novos voos diários para o Ceará …

LATAM Brasil anuncia cinco novos voos diários para o Ceará

A companhia aérea LATAM Brasil anunciou cinco novos voos diários como contrapartida do acordo de redução do ICMS sobre o combustível de aviação, firmado com o Governo do Estado de Ceará inicialmente em maio de 2018. As novas operações serão iniciadas a partir de agosto deste ano, com foco no mercado doméstico brasileiro e na ampliação do volume de chegadas e partidas no Aeroporto Pinto Martins, em Fortaleza. O incremento ampliará de 20 para 25 frequências diárias a operação regular da transportadora no estado. As mudanças incluem o aumento de 18 para 26 voos (ida e volta) semanais na linha entre Fortaleza e Brasília; aumento de sete para 14 voos (ida e volta) semanais para Teresina; aumento de sete para 14 voos (ida e volta) semanais para Belém; aumento de sete para 14 voos (ida e volta) semanais para Salvador; e aumento de 11 para 15 voos (ida e volta) semanais para São Luís. Foto: Juliano F. Damásio

Fonte: Revista FLAP

Aerolíneas Argentinas transportou 9% mais passageiros em maio

Aerolíneas Argentinas transportou 9% mais passageiros em maio …

Aerolíneas Argentinas transportou 9% mais passageiros em maio

A Aerolineas Argentinas anunciou ter superado em 9% o número de passageiros transportados em maio em relação ao mesmo mês do ano anterior. No total, 1.048.674 viajantes passaram pela malha aérea da empresa no período. A taxa de ocupação dos voos foi de 80,1%, ou 6,2 pontos percentuais acima do mesmo mês de 2018 e 1,4% superior ao projetado para maio. Destaca-se o crescimento do número de passageiros apesar da greve do dia 29, que obrigou a companhia a cancelar mais de 330 operações e afetou cerca de 37.000 viajantes. Por sua vez, a pontualidade atingiu 88,1%, o que significa uma melhora no desempenho de 1 ponto percentual em relação à meta projetada para o mês. Nesse sentido, a Aerolineas Argentinas foi premiada pela empresa de estatísticas FlightStats, com o segundo lugar entre as transportadoras da região. Foto: Paulo Berger

Fonte: Revista FLAP

Simulador da Indra treina pilotos militares para voar em condições de falta de oxigênio na cabine

Simulador da Indra treina pilotos militares para voar em condições de falta de oxigênio na cabine …

Simulador da Indra treina pilotos militares para voar em condições de falta de oxigênio na cabine

A companhia global de consultoria e tecnologia Indra e a iAltitude, empresa especializada em treinamento esportivo em altura, desenvolveram um novo simulador de voo. O equipamento denominado Hypoxia, utilizado para treinar e melhorar a resistência dos pilotos em cenários extremos, já foi instalado no Centro de Treinamento Médico Aeroespacial da Força Aérea em Madrid. Na prática, o Hypoxia é um simulador do avião C101, o mesmo utilizado por pilotos espanhóis na sua formação inicial e um equipamento da iAltitude, que regula a concentração de oxigênio recebido pelo piloto por meio de sua máscara. O sistema prepara os profissionais para a detecção antecipada dos efeitos da falta de ar, que pode eventualmente levar à perda de consciência, além de melhorar a resistência em combate. Ao mesmo tempo, mede as alterações fisiológicas do piloto, de acordo com os estímulos propostos, monitorando em tempo real a simulaçao de uma missão. O sistema é um dos poucos no mercado que integra os dois tipos de treinamentos, até então realizados separadamente e colabora para o desenvolvimento planos de treinamento mais eficazes e seguros para os pilotos. Treinamentos em hipóxia atualmente são realizados em câmaras hipobáricas ou em sistemas normobáricos, onde é possível executar alguns exercícios para detectar a perda de habilidades, mas sem a simulação das atividades de voo.

Fonte: Revista FLAP

IATA e Star Alliance ampliam cooperação para melhorar experiência de passageiros

IATA e Star Alliance ampliam cooperação para melhorar experiência de passageiros …

IATA e Star Alliance ampliam cooperação para melhorar experiência de passageiros

A Associação Internacional de Transporte Aéreo e a Star Alliance renovaram sua colaboração na verificação de documentos de viajantes para melhorar a experiência do passageiro. As organizações concordaram que a solução Timatic AutoCheck da IATA continuará a alimentar o Automated Document Check (ADC) para as transportadoras aéreas da aliança internacional. A ferramenta permite aos viajantes da Star Alliance fazerem o check-in no balcão do aeroporto ou online para verificar se os documentos de viagem são válidos e completos durante toda a jornada, incluindo qualquer ponto de trânsito antes do início da viagem. Isso proporciona vários benefícios significativos como prevenir a situação embaraçosa e angustiante para os passageiros de serem impedidos de entrar num país à chegada devido a documentos em falta ou inválidos e permitir uma melhor experiência quando a jornada engloba várias operadoras. Os viajantes não precisarão mais ver um agente para ter seus documentos de viagem verificados e checados novamente nos pontos de trânsito, além de evitar a multa para as companhias aéreas pelo transporte de passageiros inadmissíveis.

Fonte: Revista FLAP

IATA reduz expectativa de lucro da aviação mundial em 2019

IATA reduz expectativa de lucro da aviação mundial em 2019 …

IATA reduz expectativa de lucro da aviação mundial em 2019

A Associação Internacional de Transporte Aéreo divulgou estudo que prevê redução nas expectativas de lucro da aviação internacional para 2019, passando de US$ 35,5 bilhões para US$ 28 bilhões. De acordo com o documento, os principais motivos para a deterioração da previsão são o aumento no preço dos combustíveis e o enfraquecimento de relações comerciais globais. Segundo a IATA, na comparação com o ano passado, os custos gerais de operação devem subir 7,4%, enquanto as receitas devem crescer 6,5%. Como resultado, a margem líquida girará em torno de 3,2%, enquanto o lucro por passageiro será de US$ 6,12, US$ 0,73 a menos que o registrado em 2018. De acordo com a organização, os combustíveis serão responsáveis por cerca de 25% dos custos das operações aéreas, com o barril de petróleo girando em torno de US$ 70. Em 2017, por exemplo, o mesmo barril custava US$ 54,90. Considerando todas as despesas do setor, a aviação deverá dispender mais de US$ 822 bilhões em 2019.

Fonte: Revista FLAP

Aeroportos de Foz do Iguaçu e São Luís recebem certificados operacionais da ANAC

Aeroportos de Foz do Iguaçu e São Luís recebem certificados operacionais da ANAC …

Aeroportos de Foz do Iguaçu e São Luís recebem certificados operacionais da ANAC

A Infraero anunciou que o Aeroporto de Foz do Iguaçu/Cataratas/PR recebeu o certificado operacional de aeroporto da Agência Nacional de Aviação Civil. O documento, atesta a capacidade do terminal e seu funcionamento de acordo com os pareceres de segurança e excelência estabelecidos pelos órgãos da aviação civil nacional e internacional. O mesmo ocorreu com o Aeroporto de São Luís/Marechal Hugo da Cunha Machado/MA. O registro comprova que o terminal atende às melhores práticas de infraestrutura e de segurança internacionais, estando apto a receber operações mais exigentes, ou ainda, aumentar o número de operações com aeronaves de maior porte na localidade. Antes da emissão do atestado, o aeroporto possuía restrições operacionais para o aumento de frequências com aeronaves de maior porte da categoria 4C, como os Airbus A319, A320 e A321 e o Boeing 737-800, conforme a Portaria Nº 3651/SIA, emitida em 12 de dezembro de 2016. O Certificado Operacional de Aeroporto é uma exigência do Regulamento Brasileiro de Aviação Civil (RBAC) 139 da ANAC. As avaliações são orientadas pela Organização Internacional de Aviação Civil (OACI), que determina os critérios operacionais a serem atendidos por terminais no mundo inteiro.

Fonte: Revista FLAP

John Rodgerson, presidente da Azul

Entrada na Star Alliance não está no radar da Azul …

John Rodgerson, presidente da Azul

O presidente da Azul, John Rodgerson, negou que sua companhia esteja avaliando a possibilidade de ingressar na Star Alliance. Segundo ele, mesmo com o iminente fim das operações da Avianca Brasil, o que deixaria a aliança sem presença no maior mercado da América Latina, a Azul não tem nenhuma perspectiva de entrada em qualquer aliança global de empresas aéreas.

“Ser membro da Star Alliance traz benefícios para ambos os lados, mas a Azul não depende da entrada em qualquer aliança para ganhar mercado ou para ter conectividade. Nós já temos conectividade graças as parcerias que mantemos com United, Copa e Tap”, disse o executivo, que participou ontem do lançamento da rota Viracopos-Porto.

LEIA TAMBÉM:
Pagaram para fechar a Avianca Brasil, diz presidente da Azul

Segundo fontes do mercado, a entrada da Azul na Star Alliance seria um caminho natural percorrido pela empresa e pela própria aliança, que já teve como membros Varig, Tam e, atualmente, Avianca Brasil. Vale ressaltar que as três companhias parceiras da Azul – Copa, Tap e United – também fazem parte da aliança.

Procurada, a assessoria de imprensa da Star Alliance não se manifestou sobre o tema até a publicação desta nota.

BAGAGEM GRÁTIS?

O diretor de Alianças da Azul, Marcelo Bento Ribeiro, defendeu a cobrança pelo despacho de bagagens. Segundo ele, a bagagem não se desmaterializa no check-in e se materializa novamente no porão da aeronave. “Há custos em todo o processo, não há almoço grátis. Temos todo um serviço que envolve pessoas, terceirizados, equipamentos. Se a franquia de bagagem for retomada, os custos serão repassados para a passagem”, destacou.

Emerson Souza

Marcelo Bento, diretor de Alianças da Azul

Marcelo Bento, diretor de Alianças da Azul

Para ele, o veto da cobrança deverá inibir a entrada de aéreas low-cost no País. “Se isso acontecer será um caso de esquizofrenia completa. Como pode o Brasil proibir a cobrança de bagagem na mesma lei que abre o capital estrangeiro em aéreas nacionais?”, destacou.

Fonte: PANROTAS