Assembleia Geral Anual da IATA aprova cinco resoluções …

Assembleia Geral Anual da IATA aprova cinco resoluções

A Associação Internacional de Transporte Aéreo anunciou que a 75ª Assembleia Geral Anual aprovou cinco resoluções, que são Meio Ambiente; esta resolução, aprovada por unanimidade pediu aos governos a implementação do Plano de Redução e Compensação das Emissões de Carbono da Aviação Internacional (CORSIA), segundo acordo realizado por meio da Organização da Aviação Civil Internacional da ONU. O CORSIA é o primeiro instrumento global de precificação das emissões de carbono de um setor industrial. Esse plano limitará as emissões líquidas de CO2 da aviação internacional nos níveis de 2020. Além do CORSIA, a assembleia assumiu seu próximo compromisso com o meio ambiente de reduzir até 2050, as emissões líquidas de CO2 para metade dos níveis de 2005. As companhias aéreas foram incentivadas a implementar todas as medidas disponíveis de eficiência de combustível e realizar a transição no longo prazo para combustíveis de aviação sustentáveis. Essas medidas são fundamentais para alcançar o objetivo do setor em 2050. Slots; a assembleia geral reafirmou a importância de um sistema de slots global e harmonizado nos aeroportos e pediu que os governos resolvam urgentemente o problema de baixa capacidade. A resolução também reafirmou que o WSG (Worldwide Slot Guidelines) é a norma global de políticas, princípios e procedimentos de alocação e gerenciamento de espaços nos aeroportos. Além disso, elaborou a declaração de objetivos com foco no fornecimento de benefícios ao consumidor, desenvolvimento de cronogramas convenientes, garantia de transparência e não discriminação nos processos e uso da capacidade total. Tecnologia RFID para rastreamento de bagagem; a assembleia decidiu apoiar a implementação global de identificação por radiofrequência (RFID) para o rastreamento de bagagem e também pediu a implementação de padrões modernos de envio de mensagens sobre bagagem para rastrear as malas com mais precisão em tempo real em todos os pontos principais da viagem. Segundo a resolução, as transportadoras aéreas devem fazer a transição para etiquetas de bagagem com código de barras e inlays RFID e usar alertas de dados para acionar os processos em aeroportos e manipuladores em solo e evitar possíveis problemas de bagagem extraviada. Iniciativa One ID; a assembleia decidiu acelerar a implementação global da iniciativa One ID, que utiliza apenas um identificador biométrico para que os passageiros circulem pelo aeroporto, sem a necessidade de documentos em papel. A resolução One ID da IATA exige o trabalho em conjunto de todos os envolvidos, incluindo companhias aéreas, aeroportos e autoridades governamentais, para promover e implementar um processo de controle de viajantes sem papel, que utilize apenas reconhecimento biométrico. Passageiros com necessidades especiais; essa resolução visa melhorar a experiência da viagem aérea para as pessoas com necessidades especiais, que totalizam cerca de um bilhão em todo o mundo. As empresas aéreas se comprometeram a garantir o acesso a viagens seguras, confiáveis e dignas a esses viajantes e pediram que os governos usem os princípios básicos da IATA para passageiros com necessidades especiais. Esses princípios visam tirar o foco da deficiência e promover a acessibilidade e a inclusão, reunindo o setor de viagens com os governos para harmonizar as regulamentações e fornecer a clareza e consistência global que os passageiros esperam. Mais informações no portal www.iata.org.

Fonte: PANROTAS

Gostou? Comparilhe

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on pinterest
Share on email
Share on whatsapp
Shopping Basket